Rapariga sorridente com t-shirt cinzenta numa sala, com ar condicionado na parede atrás

O Ar Condicionado e a Pele Sensível

Ar condicionado. É um alívio poder escapar para um sítio fresco quando está tanto calor e humidade lá fora. Mas, apesar de saber tão bem, pode deixar a tua pele muito desconfortável. Alguma vez notaste como a tua pele fica desidratada e repuxa depois de um dia inteiro passado num ambiente com ar condicionado? Pois, nós também! Felizmente, há maneiras de ajudar a tua pele sensível a resistir melhor quando o calor aperta lá fora.

Como é que o ar condicionado afeta a pele?

Muito simples, o ar condicionado injeta ar frio e seco para arrefecer o ambiente de uma sala, mas enquanto faz isso, reduz também a quantidade de humidade em suspensão no ar. Um bom nível de humidade do ar em espaços interiores deverá rondar os 30% a 50%, para manter o sistema respiratório saudável e a tua pele viçosa, hidratada e confortável.

Quando a humidade do ar é mínima, a pele perde a sua humidade natural para o ar, ficando desidratada, macilenta e muito pouco radiante. Queres outra situação a considerar? Sentares-te diretamente em frente a uma ventoinha com o ar a incidir-te no rosto, por muito bem que saiba, vai fazer com que a humidade evapore da tua pele, ressequindo-a.

Como combater os efeitos do ar condicionado

Apesar de não poderes evitar circular entre ambientes quentes e refrigerados, podes assegurar-te de que a tua pele está protegida do efeito nocivo da desidratação. Que conselho temos para ti? Mantém sempre a tua pele bem hidratada e, de tempos a tempos, aplica um sérum hidratante para aumentar o nível de hidratação da pele. Como os lábios costumam ser os primeiros a sentir os efeitos da desidratação, é boa ideia teres um bálsamo labial sempre à mão.
 

Partilha esta página

Social share disabled